sexta-feira, 24 de julho de 2015

As lições dos meus 35 anos de vida

Hoje faço 35 anos e esta é a ocasião perfeita para uma reflexão. Para ponderar sobre o que fui, o que sou e para onde quero ir.

Tenho mudado muito nos últimos anos. A minha forma de pensar, o conhecimento que fiz de mim mesma, o desejo de evolução, de me tornar um ser humano melhor. E isso é bom, por isso sinto-me grata por todo o conhecimento que os 35 anos me trouxeram.

Aprendi...

... a definir as minhas prioridades e a viver cada vez mais em função delas, deixei de viver ao sabor da corrente;

... a olhar para a vida como um todo e a relativizar as coisas (o que agora é um drama, será que vai ter importância daqui a uns anos?);

... a agir activamente em prol dos meus sonhos (traço objectivos a curto, médio e longo prazo e realizo tarefas diárias em prol dos mesmos) - até porque a felicidade não está somente nas metas, mas no caminho para as alcançar;

... a ser mais espiritual sem estar necessariamente associada a uma religião (acredito muito em Deus, leio textos sagrados e faço orações, mas não acredito propriamente em religiões);

... que ainda tenho muito a aprender e é isso que dá sentido à vida (por exemplo as citações que faço, são sempre excertos de algum livro que ando ler, são ensinamentos que considero importantes);

... que os livros conseguem ser os meus melhores amigos (dão-me ensinamentos que melhoram a minha vida, motivam-me a agir e fazem-me evoluir enquanto ser humano);

... que a blogosfera é uma extraordinária fonte de partilha e de aprendizagens e, definitivamente, só me faz bem (sinto que não teria feito este crescimento pessoal, se não fizesse parte da blogosfera);

... a descartar o medíocre e a afastar-me da maldade sempre que possível (não tenho a mínima paciência para conversas de mal-dizer, nem para a arrogância de pessoas que não procuram evoluir mas agem como se já soubessem tudo e afasto-me claramente de pessoas que me fazem mal... quero uma vida mais pacífica);

... a levar uma vida mais saudável e mais amiga do ambiente (ando a testar receitas mais saudáveis,  tento optar por produtos bio e, em termos de limpeza, utilizo produtos amigos do ambiente);

... que preciso de ter um tempo só para mim durante o dia (esses minutinhos são essenciais para manter o equilíbrio, para relaxar do stress do dia-a-dia);

... a descartar o que está em excesso (tralha física, mental e até social);

... a apreciar muito mais as pequenas coisas (o sorriso dos meus filhos, o carinho do meu marido, o nascer do sol, um bom livro, uma viagem em família, as flores da minha varanda... são tantas as possibilidades);

... que o meu contributo, por menor que seja, é importante para a sociedade (daí a minha citação preferida ser a da Madre Teresa "O que eu faço, é uma gota no meio do oceano. Mas sem ela, o oceano será menor.").

Contudo, entre outras coisas, tenho consciência de que devo de evoluir nos seguintes aspectos...

... tenho de aceitar-me melhor (é que com frequência estou a colocar defeitos em mim mesma... do tipo: "bolas, estou a ficar com celulite" ou "não gosto do meu cabelo" ou "talvez devesse ter uma vida «mais social», mas não tenho paciência"). Sinceramente tenho de começar a melhorar o que puder e o que faz parte da minha personalidade, aceitar e pronto. Porque não há mal nisso;

...a pôr o perfeccionismo de lado, que é algo que me faz perder tempo precioso e não contribui em nada para ser feliz. Em outras palavras, devo dar o meu melhor, mas sem cair em exageros e sem me penitenciar quando não fiz tudo o que queria (provavelmente, fiz tudo o possível);

... a cuidar mais de mim (praticando mais exercício, indo uma ou outra vez ao cabeleireiro, vendo se está tudo bem com a minha saúde). Normalmente, nunca considero estes aspectos uma prioridade e deixo-os sempre para último.

««»»

Em suma, tenho muito a evoluir, mas sinto-me grata pela caminhada que fiz até agora. O mais interessante é que sinto que quanto mais aprendo, mais vontade tenho de aprender. 

Estou curiosa por ver o que aí vem. Mas posso dizer, que hoje sou mais feliz do que quando comecei esta jornada.

Só quero acrescentar mais uma coisa... OBRIGADA por me acompanharem!

11 comentários:

  1. Feliz aniversário, Mafalda!

    É normal com a experiência da idade ficarmos mais tolerantes. Ainda sou um pouco stressada, mas já me habituei ao pensamento de que tudo tem resolução, logo devemos manter a calma, no momento do problema.

    PARABÉNS!

    ResponderEliminar
  2. Parabéns Mafalda.
    A idade tem estas coisas, aprendemos a viver em qualidade :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Parabéns!
    A idade presenteia-nos com uma caminhada de aprendizagens fantasticas...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito de ler esta publicação. Há medida que vivo a casa dos 30, mais chego a estas mesmas conclusões que tu. Chega de deixar que outras pessoas negativas me suguem a energia ou perder o meu precioso tempo com coisas que nem gosto muito de fazer só para agradar aos outros. Adoro passar horas a devorar um livro, a relaxar ao mesmo tempo.

    Parabens Mafalda! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Mafalda :)
    Tudo de bom e continue assim, por vezes ausente, mas gosto muito de a ler :)
    Parabéns, parabéns ;D

    ResponderEliminar
  6. Parabéns Mafalda!
    Gostei muito do teu post, deixa sempre o que pensar e está lindo!
    http://bloguedacatia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Parabéns pelo seu aniversário, por tudo o que já viveu e pelo que tornou você a pessoa que é hoje! Errando e acertando vamos compreendendo o caminho para uma vida mais leve e feliz!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns, adoro o seu blog

    ResponderEliminar
  9. Parabéns! Tudo de Bom! Visito o Seu cantinho diariamente. Um beijinho grande

    ResponderEliminar
  10. Feliz Aniversário.

    Gostei do seu texto e sim com o passar dos anos modificamos e reflectimos mais na essência.

    Percepcionamos melhor a vida e deixamos fluir sem zangarmos tanto com as coisas.

    ResponderEliminar
  11. Parabéns Mafalda, gosto muito do seu blog e aprendo muito com ele. Bacana ver que tão novinha você já conquistou tanto, inclusive essas reflexões que eu demorei bem mais pra fazer. Realmente a blogosfera nos ajuda bastante a quem está atenta a uma qualidade de vida. Tudo de bom pra você e família!!!

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails