sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Sugestão da semana #29: «pare com a comparação social negativa»

Hoje terá de ser sincero(a) consigo mesmo(a). Quantas vezes já olhou para alguém, supostamente em melhor situação que você e se sentiu triste? Quantas vezes sentiu que não lhe deram as mesmas oportunidades, que aos outros os papás deram tudo, ou até critica alguém por parecer mais bonito e bem sucedido, quando no fundo sente é inveja.

Este tipo de comparação social negativa, com quem tem mais ou com quem considera melhor, tem efeitos muito negativos na sua felicidade.

Esta semana, proponho-lhe que mude de atitude. Comece a fazer o seguinte:

- Em vez de se comparar com os outros, opte por observar os exemplos inspiradores - são aquelas pessoas que, mesmo enfrentando adversidades, conseguiram alcançar objectivos semelhantes aos que ambiciona. Não sinta inveja, antes aproveite ao observar a caminhada delas, para aprender algumas lições. Estas pessoas poderão inspirá-lo a não desistir dos seus objectivos, a enfrentar alguns problemas ou a melhorar os seus pontos fracos.

- Compare-se a si mesmo(a) - Certamente que hoje tem coisas bem melhores na sua vida do que já teve, alcançou alguns objectivos ou tem imensas qualidades das quais se deve orgulhar. Sinta-se grato por ter conseguido concluir o curso que desejou, ou por ter uma família que adora, ou por ter uma fonte de rendimento, ou por ter muito jeito para trabalhos manuais...

- Mentalize-se de que a perfeição não existe - Por mais encantadora que pareça a situação das outras pessoas, todas elas têm problemas (fazem parte da vida). Lembre-se que as aparências iludem, por isso pode estar a comparar-se sem conhecer todas as vertentes da situação. O seu vizinho do lado pode até ter o último modelo da Mercedes, mas até pode ter um crédito mensal enorme para o pagar, ou então fartou-se de trabalhar para o conseguir.

- Lembre-se de quantas pessoas têm uma situação pior que a sua - Já pensou nas pessoas em seu redor que estão sem emprego, ou que têm alguma incapacidade física, ou que não têm sequer uma família? Sinta-se grato, porque também há pessoas que não tiveram a sua sorte.

- Não provoque você próprio(a) comparação social negativa - Nos países mais felizes do mundo, as pessoas não têm por hábito exibir-se. Já foi inclusive demonstrado, que nas comunidades onde as pessoas se sentem mais iguais aos seus vizinhos, estas se sentem mais felizes. Sugiro por isso que não se gabe dos seus bens materiais, ou que não esteja sempre a demonstrar que é melhor que os outros. Quanto menos comparação existir, mais feliz será a sua uma comunidade.

Acabe com as comparações e tenha um final de semana feliz!

Foto: Lou Bueno

8 comentários:

  1. Concordo inteiramente.
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. Que grandes verdades eu aqui encontrei, vale a pena ler e meditar bem, nelas.
    Parabéns a quem escreve assim tão bem!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Amei! Já estou com mil inspirações para o final de semana e principalmente para a vida!
    Um super beijo e Deus te abençoe

    ResponderEliminar
  4. Perfeita análise, isso tráz muita infelicidade mesmo!
    Tudo o que se faz na vida precisa ter Amor, Humor e Significado!
    Estou lançando um Selo Desafio amanhã, 26/08, gostaria muito da sua adesão respondendo às questões e participando da semana de festa de aniversário do blog!
    Projetando Pessoas - 2 anos de Blog!
    bj Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

    ResponderEliminar
  5. Boas dicas Mafalda =)
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Adorei este texto Mafalda.
    Obrigada pela partilha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails