sexta-feira, 20 de abril de 2012

Sugestão da semana #16: «elimine a tralha»

Esta semana vou propor-lhe uma tarefa bem simples. Escolha uma gaveta lá de casa, organize o seu conteúdo relevante (se necessário recorrendo a organizadores) e desfaça-se de tudo o que for tralha.

Mas porquê este combate à tralha? E porquê ter por objectivo, uma só gaveta?
Porque a eliminação de tudo o que é tralha, poderá melhorar substancialmente a sua qualidade de vida e torná-lo, inclusivamente, mais feliz. Por outro lado, terá mais probabilidade de eliminar toda a tralha lá em casa, se tiver por objectivo o de fazer todos os dias um pouco, ao invés de querer fazer tudo de uma só vez (nota: o importante é que o objectivo a que se proponha seja pequeno, uma gaveta por exemplo, mas se quiser fazer mais, vá em frente).

Quais os benefícios que a eliminação da tralha poderá trazer à sua vida?
1. Como o mundo exterior influencia a sua vida emocional, a sua mente tornar-se-á mais calma e aumentará a sua capacidade de raciocínio.

2. Basta uma arrumadela rápida, para melhorar o seu humor.

3. Um espaço mais organizado, faz aumentar igualmente a sua produtividade.

4. De acordo com a médica Roberta Lee, um espaço desorganizado e desarrumado é uma fonte de stress, pois estimula o organismo a produzir cortisol (a hormona do stress). Por oposição, um espaço sem tralha, contribui para a sua redução.

5. Com a redução de stress, o seu estado geral de saúde melhora.

6. Terá mais probabilidade de ter um sono reparador, num ambiente limpo e arrumado, e acaba por gastar menos tempo à noite com preocupações.

7. É mais fácil começar o seu dia de forma positiva (não tem de perder tempo a encontrar as suas chaves, o telemóvel…).

8. Terá mais probabilidade de parar de fazer compras por impulso e de sentir os remorsos que daí advêm, porque pensa duas vezes antes de comprar o que quer que seja.

9. Ao doar alguns dos seus objectos, com o intuito de ajudar outras pessoas, acaba por sentir a felicidade proveniente do seu gesto solidário.

10. Será mais fácil evocar as suas lembranças felizes, pois terá mais espaço para objectos que tenham um grande valor sentimental para si.

11. A sua casa fica com um aspecto mais agradável, um verdadeiro refúgio para o stress do dia-a-dia.

12. Ganha tempo para o que mais importa, para as actividades que o podem fazer realmente feliz (estar com a família, dedicar-se a um hobby…).

Mãos-à-obra? Se quiser saber como estender o combate à tralha a toda a sua casa, leia este post.

Livre-se do supérfluo e tenha um final de semana feliz!

Foto: Bethan

23 comentários:

  1. Eu já comecei a livrar-me da tralha já algum tempo e ainda continuo acreditas?

    Ando de volta de umas gavetas, por acaso! eh eh
    Nem imaginas o que já tirei de lá que realmente não me faz falta!!

    Boas dicas
    Obrigada

    Bom fim de semana
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também comecei há algum tempo e continuo. Mas não me sinto culpada por demorar, afinal foram anos e anos de acumulação.

      Continua Ana, vai valer a pena.

      Eliminar
  2. Optmas dicas como sempre :) Acreditas que há já algumas semanas que tento cumprir esse metodo de arrumar uma pequena coisa de cada vez? E realmente sentimo-nos muito melhor depois. Com muito mais motivação e bom humor

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo assim que me sinto: com mais motivação e humor :)

      Eliminar
  3. Minha querida!
    Boa dica! Preciso fazer isso...
    Segunda feira vou começar, depois te conto o resultado.
    Abraços! Um lindo dia pra ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico à espera de saber o resultado. Boa sorte!

      Eliminar
  4. Eu faço isso muita vez com as minhas coisas. Já com as coisas da casa os meus pais não acham tanta graça. Ainda para mais porque há coisas da minha avó. Logo a tralha mantém-se.

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que os nossos pais não tiveram muito esse hábito de se desfazer da tralha. Quantas pessoas não conhecemos da sua geração que adoravam colecionar bibelots e uma série inutilidades?

      Eu também tenho recordações de família, incluindo da minha avó, mas sem entrar em exageros.

      Beijinho

      Eliminar
    2. Cá em casa as minhas arrumações são vistas como o entretém da desempregada. Nós temos muita coisa da minha avó porque vivemos na casa dela [a casa está dividida em 2, nós estamos na parte de cima e ela e o meu avô na parte de baixo]. Como a casa é pequena e não temos nem uma garragem é tudo ao monte. Daí que a tralha seja ainda maior. Mas eu vou escondendo tudo nos armários. hehe

      Eliminar
  5. Desde o início do ano que tenho vindo a livrar-me da tralha.... roupa,bijutaria e sapatos que já não uso e sei que nunca mais vou usar, foram doados ao para o lixo consoante os estado! Tb fiz uma limpeza aos livros, no meu caso livros de escola de fichas e de consulta.... com estas mudanças de programas e do acordo ortográfico muitos deles já não fazem sentido.
    Tem sido uma forma de ganhar espaço e uma energia renovada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns Filó, és uma inspiração para quem quer seguir esta via do "less is more". Tal como tu, é mesmo isso que sinto, para além do espaço ganho, a sensação de energia renovada. E tenho esperança que, brevemente, tempo para o mais importante.

      Beijinho

      Eliminar
  6. Olá Mafalda, o teu blogue é uma autêntica droga. Da boa! Estou completamente viciada nele!!! Transmite-me sempre muita tranquilidade ao ler os teus posts. Adoro, ador, adoro!!!

    Por acaso nas férias da Páscoa, resolvi tirar uma gaveta da cómoda, do meu quarto na casa dos meus pais e tirei tudo o que lá tinha. É a gaveta dos papéis, das bolsinhas, dessas coisas. Foi uma limpeza das grandes! Ficou quase vazia. Eram convites de casamento antigos, era uma caixinha onde eu tinha guardado bilhetes de cinema a que ia quando andava na universidade, eram, ainda, alguns documentos de simulações do seguro da minha 1ª casa, era um pratinho de barro do iefp que não servia para nada e no fundo da gaveta também lá tinha radiografias antigas. Seleccionei o que ia para a reciclagem, guardei as radiografias para ir à farmácia saber se ainda aceitam e no fim disto tudo senti uma leveza. Era muita energia menos boa ali concentrada :-)

    Deixo beijinhos e desejos de um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas tuas palavras simpáticas! Fico sempre feliz por saber que alguém tira proveito do conteúdo do blog. O meu objectivo é mesmo inspirar quem por aqui passa a melhorar as suas vidas.

      Beijo grande :)

      Eliminar
    2. Olá Mafalda,
      Tens um selinho/desafio no meu blogue.
      Beijinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  7. É a primeira vez q te visito e me deparei com esse texto muito interessante. Na verdade, passei por uma experiência própria a respeito do desfazer-se. Recentemente me mudei para uma casa menor, portanto, fui obrigada a me desfazer de várias coisas, pois não caberiam na nova casa. Te confesso q me senti muito bem em escolher o q era realmente relevante e útil. Gostei muito de seu blog. Muita paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É interessante que já li ou ouvi sobre relatos semelhantes ao teu (aquando da mudança para uma casa menor). Essa situação obriga a reflectir no que realmente é importante para a pessoa e ao desfazer-se daquilo que é meramente acessório, sente a mente mais liberta, mais tranquila.

      Eliminar
  8. Boas Mafalda, aceito o desafio e até vou tentar fazer 2 gavetas. Sempre optimos post. ADORO!ADORO!ADORO!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sou assim Carlota. Proponho-me a arrumar uma só gaveta (objectivo pequenino) e quando dou por mim, fico tão entusiasmada, que acabo por arrumar 3 ou 4.

      Eliminar
  9. Olá :)

    Não conhecia o teu blog. Vim parar aqui por acaso, comecei a ler e adorei :) Muitos parabéns! :D Sobre a 'eliminação da tralha': eu sou perita no assunto, até demais! Passo a vida a deitar tudo ao lixo, e às vezes são mesmo coisas que volto a precisar no futuro ;)

    Beijinhos e bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste do cantinho. Espero encontrar-te aqui mais vezes :)

      Eliminar
  10. É isso mesmo que preciso fazer. De facto, a tralha desmotiva. No meu caso, tarefas por concluir e quem nem tenho coragem de começar (passar a ferro, por exemplo). Tenho mesmo de me separar da dita "tralha" que ocupa espaço para nada e assim, penso que será mais fácil. O pior é arranjar motivação para começar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Teu blog é lindo, parabéns!

    Vem conhecer o meu:
    leiakarine.blogspot.com

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails